CCB Hinos - Topicos de ensinamentos 1990 55 Assembleia

CCB Hinos - Congregação Cristã no Brasil

Quero Gravar Meu CD (dom da música)
Enviar Hinos, Tocatas e Fotos
Notícias e Artigos da Congregação
Coloque em seu site gratuítamente

O melhor site da CCB, milhares de CDS.
Mais rápido, mais seguro com mais hinos

Portal CCB Hinos Congregação



Abaixo a lista de ensinamentos da CCB Congregação Cristã no Brasil




Tópicos de ensinamentos 1990 - 55 - Assembléia



CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL

TÓPICOS DE ENSINAMENTOS

55ª ASSEMBLÉIA - 1990

55ª ASSEMBLÉIA – 1990 – RESUMO DE ENSINAMENTOS

SÃO PAULO - 10 A 13 DE ABRIL DE 1990

EM NOME DO SENHOR JESUS INICIARAM-SE ESTAS REUNIÕES COM ORAÇÃO

1 - PRELEÇÕES DEMORADAS DURANTE OS CULTOS

Alguns servos fazem demoradas preleções ao iniciar os cultos, antes da oração, antes dos testemunhos e antes da Palavra. Essas preleções fazem com que a irmandade não venha a dar a devida atenção à exortação da Palavra. Além do mais, isso toma muito tempo e leva os cultos a terminarem muito tarde. Assim, ao invés de trazer algum benefício, essas preleções acabam trazendo prejuízo. Deve-se também orientar a irmandade a não fazer orações prolongadas.

2 - CARAVANAS

Deve-se evitar caravanas de irmandade para batismos, reuniões da mocidade ou mesmo visita a outras localidades, num raio superior a 100 quilômetros. Devemos evitar ir a lugares mais distantes, onde se têm de voltar de madrugada ou, até mesmo, passar a noite. Quando se tratar da mocidade, é sempre aconselhável que vá um Cooperador de Jovens e Menores junto, ou mesmo uma irmã da Obra da Piedade, para haver o máximo respeito. Outrossim, deve-se considerar que há congregações mais afastadas que não comportam grande número de irmandade e a mocidade acaba ficando fora, sem participar da reunião.

3 - GUIA DO ESPÍRITO SANTO NOS CULTOS

A irmandade deve ser ensinada a fazer todos os movimentos da igreja pela guia do Espírito Santo; tanto no chamar dos hinos, como nas orações e nos testemunhos. As coisas movidas pelo Espírito Santo vêm na hora certa para fazer as obras de Deus no meio da irmandade. Quando se abre a liberdade para os testemunhos, deve-se dizer: “Estamos na liberdade para testemunhança; aqueles que forem chamados pelo Espírito Santo, para glorificar a Deus...”.

4 - BATISMO DE AIDÉTICOS

Deve-se explicar à irmandade que, quando souberem de algum doente, portador de AIDS, que deseja ser batizado, não devem traze-lo nos batismos gerais. Para esses casos deverá ser feito um batismo especial, na própria congregação. Se necessário, o servo irá à casa do próprio enfermo e fará o batismo, em um tanque portátil, que depois será convenientemente lavado.

Nas santas ceias, se houver algum irmão aidético, deverá ficar para a última rodada, no fim. E deverá ser aconselhado a retirar-se sem saudar a irmandade. Essas cautelas se fazem necessárias, em virtude de problemas sanitaristas.

5 - REUNIÕES PARA A MOCIDADE - SOLTEIRÕES

Há irmãos e irmãs solteiros, que já têm uma certa idade mas têm prazer de freqüentar as reuniões para a mocidade. Não convém estar insistindo com eles para que se decidam a casar. Os irmãos e irmãs nessas condições não se sentem bem com esse tipo de incentivo.

6 - BATISMOS - COMO PROCEDER, QUANDO NÃO SE APRESENTE NINGUÉM PARA BATIZAR

Se foi orado para a realização do batismo e a alma que queria ser batizada desistiu, faz-se o serviço normalmente. Faz-se a pregação da Palavra. Pode-se apresentar alguém para se batizar, convertido pelo Senhor. Não se deve encerrar o batismo sem ir para o tanque das águas. Agradece-se ao Senhor da mesma maneira.

7 - IRMÃOS QUE SE DESVIARAM E DEPOIS RETORNARAM - NÃO TÊM REQUISITOS PARA CARGOS MINISTERIAIS

Não devem ser apresentados para o ministério irmãos cujo passado não foi recomendável (há irmãos que após batizados caíram em erros muito graves) - estes não têm os requisitos para o ministério. Há os que se desviaram ou andaram enfraquecidos na fé, praticando o mal, mas depois se sentiram perdoa­dos e restaurados. Todos nos alegramos pela obra que Deus quiz fazer. Mas para o ministério não é possível indicá-los. ­

8 - CONSTRUÇÃO DE ABRIGOS PARA IDOSOS E VELÓRIOS

Em algumas localidades, pela necessidade que surgiu, foram construídos alguns abrigos para irmãos idosos. Isso, porém é uma novidade que pode trazer sérios inconvenientes à Obra de Deus e, portanto, deve ser evitada. A irmandade deve ser exortada a dar o devido valor aos seus familiares idosos, como nos ensina a Palavra de Deus: "Mas se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé e é pior do que o infiel". (I. Tim., cap. 5, v. 8).

Os asilos que já existem poderão continuar. Porém, a partir de agora, não deverão mais ser construídos. Também não de­verão ser construídos velórios, creches, ambulatórios, etc. Quando surgir alguma grande necessidade, que não tiver mais solução, deverá ser trazida ao conhecimento do ministério, para ser considerada pelos servos de Deus mais antigos.

9 - IRMÃOS QUE NÃO TRAZEM CARTA DE APREENTAÇÃO - CARGOS

Não se deve dar qualquer cargo na congregação a irmãos que não tragam carta de apresentação e cujo passado seja desconhecido.

10 - SANTAS CEIAS DO SEGUNDO TURNO - SERVOS DO LOCAL

Servos do local não participam de novo. Participam só no primeiro turno.

11 - CONGREGAÇÕES ONDE HÁ BATISMOS SEMANAIS OU MENSAIS - BATISMO EXTRA

Em congregações onde há batismos semanais ou mensais, havendo necessidade de um batismo extra, deve-se orar.

12 - DOCUMENTOS PARA ENTRAR EM HOSPITAIS

Os documentos que os servos devem apresentar são: cédula de identidade e

cartão de entrada nos salões das reuniões ministeriais.

13 - LEVAR VÉUS PARA ORAÇÃO EM CASAMENTOS NOS SALÕES

Temos ensinamento antigo de que as irmãs devem levar seus véus também para a oração nos casamentos nos salões - Ora-se ajoelhados.

14 - LOCALIDADES COM PRÉDIO PRÓPRIO

Localidades que tenham prédio próprio e que, assim, não constam no Relató­rio, por não possuirem escritura de venda e compra definitiva, devidamente registrada no registro de imóveis competente, deverão remeter à Administração São Paulo cópia dos documentos comprovadores de que detemos a posse da área de terra, e os de que a edificação foi feita pela Congregação ou pela irmandade com recursos próprios. Como comprovantes de posse, a qualquer titulo, podem ser: contrato de compromisso, recibo, declaração, certidão de aforamento, doação, cessão de direitos, etc., para o necessário estudo, caso a caso.

15 - VENDA DE RELATÓRIOS

Os servos devem orientar a irmandade a se esforçar para adquirir os Relatórios anualmente, devido à sua grande utilidade. Seria conveniente que ca­da irmão ou irmã adquirisse seu Relatório.

16 - ENSAIOS SEMI-REGIONAIS OU BI-MENSAIS DEVEM CESSAR

Há ensaios locais em cada congregação. Há ensaios regionais que abrangem as regiões. Ultimamente começaram a se fazer ensaios semi-regionais ou bi-mensais. É uma novidade que deve cessar. Nunca existiu isso, nem deverá existir.

17 - REUNIÕES PARA JOVENS E MENORES

A partir do ano de 1936 foram iniciadas, no Brasil, as reuniões para jovens e menores, por revelação de Deus ao nosso caro irmão L. Francescon. Inicialmente, muitos a chamavam de “Escola Dominical”, mas o servo de Deus explicou que, tanto no Brasil como em outras nações, os sectários usavam essa denominação, porque os seus pastores se preparavam em seminários ou escolas bíblicas e obtinham diploma. Além disso, recebiam mensalmente um jornal editado por uma das seitas, com programas para serem adaptados nas suas igrejas e nas escolas dominicais, realizadas aos domingos. Em nossas congregações, porém, essas reuniões se denominam “reuniões para jovens e menores” e são abertas em Nome do Senhor Jesus e o Espírito Santo tem livre curso em nosso meio. Tanto o Cooperador dessas reuniões, assim como os jovens e mesmo menores, sempre guiados por Deus, têm liberdade para apresentar a Palavra que Deus lhes apontar.

Portanto, o nome correto dessas reuniões é “reunião para jovens e menores” e não só “reunião de jovens”. Devemos sempre pronunciar corretamente o nome dessas reuniões.

Outrossim, não é possível e nem necessário fazer constar do Relatório os nomes dos Cooperadores de Jovens e Menores.
INDIQUE O CCB HINOS PARA NOSSOS IRMÃOS, AMIGOS E TESTEMUNHADOS
   
Seu Nome:
Seu Email:
Pessoa indicada (nome):
Pessoa indicada (email):
Digite uma mensagem para seu amigo:
 
         


Sistema para Imobiliária

*Site não vinculado com a entidade Congregação Cristã no Brasil.

Desenvolvido por KUROLE