CCB Hinos - Noticia de nossos irmaos que residem no Japao.

CCB Hinos - Congregação Cristã no Brasil

Quero Gravar Meu CD (dom da música)
Enviar Hinos, Tocatas e Fotos
Notícias e Artigos da Congregação
Coloque em seu site gratuítamente

O melhor site da CCB, milhares de CDS.
Mais rápido, mais seguro com mais hinos

Para assistir aos cultos on-line e em tempo real acesse

https://vimeo.com/congregacao

Portal CCB Hinos Congregação



Notícia de nossos irmãos que residem no Japão.



A Paz de Deus com todos.

Estou mais uma vez essa semana informando a situação que encontramos aqui.

A situação material em parte de mercadorias e combustível, já tem se normalizado. Isso na região onde moro que ficam quase 300 km de Fukushima (usina nuclear).
Porém no serviço, a situação está a mesma, muitas empresas estão paradas, devido a peças, inclusive de componentes eletrônicos que vinham dessas regiões do nordeste do Japão.

A empreiteira que trabalho, em umas das fábricas tivemos que dispensar todos os funcionários. A empreiteira que trabalho, 90% da mão de obra é brasileira. Tem uma parte na lei trabalhista que não colabora nessa parte, pois desastres naturais, caso fique parado, se a empresa não tiver condição de bancar os funcionários, ficam em casa, porém sem receber nada. Nisso a empreiteira entrou em acordo com o pessoal e assinamos a papelada de demissão, assim pelo menos recebem o seguro desemprego do país, não ficam em casa sem receber nada.

Graças a Deus, onde trabalho está funcionando um pouco. Porém continua o problema que disse aos irmãos. O pessoal brigando por causa de serviço; nisso tenho que dar um jeito para não deixar ninguém parado, pois tem muita gente com criança pequena, dívida, mas a nossa capacidade e o tanto de serviço que tem na fábrica, tem limite... Mas creio que estão orando por mim, pois nessa semana, Deus tem dado uma guia de colocar o pessoal em turnos intercalados, que deu para encaixar todos. Para poder passar essa fase, também sofri umas conseqüências no serviço, mas não é esse o assunto, e creio que Deus não deixará faltar nada, como tem dito em Sua Palavra.

Uma coisa que está me preocupando bastante é a irmandade, muitos estão indo embora, por ficarem com medo da situação, pois desde o dia 11 do mês passado, os tremores não estão parando, sempre dá uns 3 ou 4 terremotos por dia na região que moro. Hoje, se despediram uma família, e para o mês que vem tem mais 10 irmãos indo embora. O número aqui já é pequeno, e o povo indo embora assim, vai ficar bem difícil. Creio que a maior parte dos irmãos não sabe, mas aqui no Japão, 99% da Irmandade é o povo que vem do Brasil para cá, igual o caso de minha família.

O que me preocupa é que as salas de oração que temos aqui são todas alugadas, não temos prédio próprio, e aqui o aluguel é um dos mais caros do mundo, se da Irmandade for muita gente embora, perderemos o salão dos Cultos e teremos que voltar a alugar salas de Reunião das prefeituras, ou lugares que alugam para pequenos eventos.

Em questão da usina nuclear, o governo já tem a meta de quando vai fechá-las. Só está esperando concluir o esfriamento total das barras do material nuclear, pois se for desfazer de qualquer jeito, a situação e pior, pois o material começa a se desfazer no ar, numa velocidade rápida que vai alastrar radiação pra todo o lado.

A energia das salas de controle da usina já foram ligadas 80%. Só que não estão conseguindo ativar a energia das turbinas que circulam a água para refrigerar o tanque do material nuclear, pois tem uma grande quantidade de água com um nível altíssimo de radiação, que não tem como tirar para lugar nenhum.

Continuem orando nessa parte, para que Deus possa iluminar a mente desse povo para poder controlar logo a situação.

Deus vos abençoe em tudo.

Fonte:
Makoto Kanashiro

Postado em: 11/04/2011 | 13:57:57

VOLTAR

Comentários
  Nome: Megumi Em: 16/05/2013 | 13:50:02 E-mail: - megumimororashi@vivo.com
Comentários:
A Bruxa da Neve ou a Mulher da Neve é um espírito (youkai) do folclore japonês. Ela é uma figura muito popular no Japão, tanto que suas histórias foram adaptadas para séries de mangás e animes.

Na maioria das lendas, Yuki-onno é caracterizada de kimono ou vestido transparente e esvoaçante, enquanto em algumas outras, ela é retratada parcial ou totalmente despida, com penas os LONGOS CABELOS EM VOLTA DE SEU CORPO.

Diz-se que ela aparece nas noites de neve na figura de uma mulher alta e extremamente bonita, com LONGOS CABELOS negros e lábios vermelhos. Sua pele pálida, quase transparente, mistura-se com a paisagem branca da neve.

Responder para: Megumi

 
  Nome: Sabrina Em: 12/03/2013 | 17:54:39 E-mail: - sabrioliveirad@vivo.com
Comentários:
HAVIA leis nos Estados Unidos e no Japão que proibiam a mulher casada de cortar seus cabelos sem a autorização do marido.

Responder para: Sabrina

 
  Nome: Keiko Em: 01/03/2013 | 12:19:34 E-mail: - keikoshirato@hotmail.com
Comentários:
A Mulher e a Guerra no Antigo Japão (por Juliana Galende)

No filme “Yagyu Ichizoku no Inbou”, para ajudar uma vila, cuja cultura mais parece ainu do que japonesa a julgar pelas vestimentas e danças, uma mulher onna-bushi lidera um grupo de soldados. Lá chegando encontra um grande e famoso amigo — Jube Yagyu — que, ao seu lado, prepara a vila para a guerra.

Ela usava roupas semelhantes a dos outros samurais, com hakama ao invés da roupa tradicional social feminina, que contribui imensamente para um ATRAPALHO nas movimentações marciais.

Seus cabelos também não eram EXAUSTIVAMENTE LONGOS como deveriam ser os de uma NOBRE MULHER DA CORTE, mas um pouco abaixo do meio das costas, sempre preso em rabo-de-cavalo PARA QUE NÃO TORNASSE UM FARDO.

A arma que ela utilizava era uma espada de tamanho médio. Talvez uma Handachi Koshirae, pois seu tamanho não aparentava ser tão curto quanto a Chisai Katana.
Embora muitos dos fatos a respeito do papel da mulher na História Japonesa da Guerra estejam omissos por não terem sido considerados importantes o suficiente para terem sido registrados ou terem sido considerados um desvio do principal assunto a ser abordado, algumas mulheres foram incluídas em feitos de destaques. As mais famosas mulheres guerreiras foram Tomoe Gozen e Hangaku Gozen (as vezes chamada de Itagaki). Na Heike Monogatari , Tomoe Gozen aparece como uma general das tropas de Kiso Yoshinaka, primeira força de ataque de Yoritomo. Ela era descrita da seguinte maneira:

Tomoe era especialmente bonita, com pele branca, CABELOS LONGOS e feições charmosas. Era também uma arqueira admirável, e como espadachim era valiosa, preparada para confrontar um demônio ou um deus, montada ou a pé. Ela agüentava estar a cavalo continuamente com excelente habilidade; ela cavalgava ilesa por descidas arriscadas.

As mulheres guerreiras eram treinadas, em sua maioria, com naginata devido à versatilidade dessa arma contra todos os tipos de inimigos e armas. Em geral era mais de responsabilidade da mulher a proteção da casa do que ir para batalhas, portanto, era importante que ela possuísse habilidades com algumas armas que oferecessem um leque de técnicas de defesa contra saqueadores a cavalos. Além do mais, parece apropriado para mulheres a preferência na utilização de arco e flechas para distâncias longas e armas longas para confronto a curta distância quando o inimigo estava a cavalo.

Em 1476, o país sucumbiu ao caos no que ficou conhecido como Sengoku Jidai (período dos Estados de Guerra). Foi uma época em que todas as classes sociais foram levadas à guerrear. Os domínios feudais acabavam por requisitar todos os homens saudáveis, que se apelidavam nobushi - mercenários, que ou se destacavam no exército ou eram massacrados nos campos de batalha. Como resultado dessa luta desenfreada, as mulheres eram o que praticamente restava para a defesa de cidades e castelos.

Nesse período muitos foram os relatos de esposas de lordes de guerra, vestidas em armaduras, liderando bandos de muheres armadas com naginata. Em uma das descrições no Bichi Hyoranki, por exemplo, a esposa de Mimura Kotoku, atemorizada pelo suicídio em massa de mulheres e crianças sobreviventes sitiadas no castelo de seu marido, armou-se e liderou uma tropa de oitenta e três soldados contra o inimigo circungirando sua naginata com força e destreza. Foi provavelmente nesse período em que as mulheres que lutavam com naginata emergiram.

Entretanto, como Yazama Isao, décima sexta geração de dirigente do Toda-ha Buko-ryu, escreveu em 1916, a arma que as mulheres mais utilizavam nesses tempos horríveis não era a naginata, mas a kaiken, que a bushi carregava todo o tempo. Não era esperado de uma mulher que lutasse com sua adaga. Ao invés disso, era requerido dela o suicídio na maneira tradicional feminina, conhecida como jigai, cuja morte era relativamente rápida e não ofendia a dignidade da mulher. A adaga era usada para cortar a jugular.

Posted 26th July 2012 by Maestro Jose Eldo Silva Reis

Responder para: Keiko

 
  Nome: Roberto Em: 15/02/2013 | 15:42:49 E-mail: - betosilvag@globo.com
Comentários:
Cidades mais caras

Duas cidades japonesas ocupam a liderança entre as cidades mais caras do mundo, Tóquio e Osaka. A capital japonesa liderou a pesquisa por 14 vezes, nos últimos 20 anos.

A única cidade da América Latina no top 10 é Caracas. Ao lado de São Paulo, a capital da Venezuela teve a maior elevação no custo de vida nos últimos 10 anos.

Responder para: Roberto

 
  Nome: Mario Em: 08/02/2013 | 11:31:14 E-mail: - mariot.koga@yahoo.com
Comentários:
Em todas as lendas japonesas os herois tanto masculinos quanto femininos tem cabelos longos como a lenda de Izanagi e Izanami.

Responder para: Mario

 
  Nome: Caue Em: 29/01/2013 | 23:59:50 E-mail: - cauedomingues@bol.com
Comentários:
O escritor Junichiro Tanizaki questionava as terríveis condições sociais em que viviam
mergulhadas as mulheres japonesas e cita as tenebrosas figuras que seriam as mulheres antigas (terríveis como a mulher da neve, Yuki-onna, famosa personagem de um conto do Kaidan), enclausuradas e privadas de educação. Mulheres que, em quase todas as narrativas fantásticas, surgem como a personificação do mal. Os fantasmas, nos Kaidan, geralmente são femininos, e suas emoções – consideradas uma fraqueza – geram os maus espíritos. A caracterização típica do fantasma japonês, yuurei, é de um ser tênue, sem definição, incerto e inconstante. Veste camisolão branco, tem CABELOS LONGOS desgrenhados.

De acordo com o monge budista Francisco Handa, tradutor brasileiro do Kwaidan:
O monge renuncia ao mundo raspando a cabeça. Todavia, isto não acontece com a mulher, vaidosa, cuja beleza é representada pelo CABELO LONGO – sinal de apego às formas temporais. Depois de morta, ela se transforma num fantasma e vaga pelo mundo, como uma sombra despojada de corpo. E, pensando que ainda está viva, incomoda os que faziam parte de seu círculo de relações. (2007, p. 11)
A paixão, que gera ignorância, ciúmes, inveja, raiva, desejo de vingança, é creditada
EXCLUSIVAMENTE ao espírito feminino. Ou a homossexuais e andróginos, como os biwa hoshi, personagens marginais da sociedade japonesa, que também aparecem nas narrativas de Lady Murasaki.

Fonte: Retirado da dissertação de Marilia Aiko Kubota - UFPR-CURITIBA-2012

Responder para: Caue

 
  Nome: SHODI Em: 28/12/2012 | 16:21:53 E-mail: - shoditakamura360@uol.com
Comentários:
Kuchisake-onna é uma das poucas yōkai femininas presentes na cultura japonesa, porém, isso não significa lá muita coisa, afinal, apenas os veneráveis anciões japoneses sabem alguma coisa a respeito.

Kuchisake-onna é uma espécie de fantasma que vaga pela noite usando uma máscara cirúrgica. Em princípio, os mais desavisados podem até mesmo confundi-la com uma mulher gostosa, mas na verdade ela esconde uma boca cortada de uma orelha até a outra e dentes muito afiados.

Kuchisake-onna aparece somente durante o período noturno, quando vê alguém andando sozinho por aí, já que é muito covarde e não tem coragem de atacar um grande número de pessoas ao mesmo tempo. Aliás, sua covardia é tanta que, na maior parte das vezes, ela tem preferência apenas por crianças (pedofilia, talvez?).

Segundo boatos não confirmados, a lenda de Kuchisake-onna surgiu no Japão em 1979 quando uma mulher alta, de LONGOS CABELOS pretos e um casaco longo, foi avistada perto de escolas, geralmente armada com uma tesoura e com a região da boca coberta por uma máscara.

Responder para: SHODI

 
  Nome: Larissa Em: 28/12/2012 | 15:26:22 E-mail: - larissanagasaki@gmail.com
Comentários:
Raijin (rai: trovão e jin: deus) é o deus do trovão, do relâmpago e da guerra na mitologia japonesa, irmão de Ajisukitakahikone e pai de Takitsuhiko, deus da Chuva. , um deus-demônio com dentes e garras afiadas, CABELOS LONGOS e com um tambor para fazer os trovões. Por vezes é representado como um deus vermelho que adora comer umbigos humanos, tanto que o pais japoneses dizem a seus filhos para esconder seus umbigos durante uma tempestade, se não são devorados pelo deus. Também é conhecido por Kaminari, Raiden (Rai: trovão e den: electricidade) e Narukami.

Uma lenda budista chinesa conta que Raijin e Fuijin eram demônios malvados, inimigos de Buda. Então Buda ordenou a seu exército celestial que os capturassem. Após diversas batalhas entre os demônios e 33 deuses, eles finalmente foram derrotados e presos. Como castigo, Fujin e Raijin tiveram de trabalhar para o céu. Raijin é acompanhado por Raijuu ("besta do trovão") que é uma lendária criatura da mitologia japonesa. Seu corpo é composto tanto de eletricidade como de fogo e pode aparecer na forma de um gato, tanuki, macaco, ou doninha. A forma de um lobo azul e branco (ou mesmo um lobo envolvido em raios) é comum e seu rugido soa como um trovão.
Postado por Marcus 15:09h

Responder para: Larissa

 
  Nome: Carlos Em: 25/12/2012 | 18:10:03 E-mail: - carlossilvabelut@terra.com
Comentários:
LAKSHMI é uma Deusa do amor e da beleza, da sorte, da prosperidade e do sucesso. No hindu moderno é representada como uma jovem de LONGOS CABELOS negros brilhantes e soltos, vestindo um sari (vestido típico das mulheres da Índia) vermelho com bordados dourados e usando diversas jóias como: colares, braceletes, pingentes e um aro no nariz com incrustações.

Responder para: Carlos

 
  Nome: Hissao Em: 21/12/2012 | 12:44:51 E-mail: -
Comentários:
Benzaiten ou Benten é o nome japonês da deusa hindu, Saraswati. É a deusa de tudo o que flui: água, palavra, discursos, eloquência, música e, por consequência, do conhecimento. Transformou-se num dos Sete Deuses da Fortuna (a única feminina). Também está associada à Lakshimi. É a terceira filha do Rei Dragão Mune Tsuki. É considerada a deusa japonesa do amor, da beleza e do mar. Seu esposo era um dragão e, em suas representações, aparece montada nele.

Segundo a lenda, seu casamento deu-se quando a deusa veio ao mundo para impedir que o tal dragão continuasse comendo os meninos do povoado de Koshigoe. Portanto Benten foi também uma deusa protetora. Os dragões e as serpentes são seus animais sagrados; as serpentes, especialmente, são suas mensageiras e por vezes a Deusa aparece sob esta forma.

É considerada a deusa que previne os terremotos e cuida das ilhas, especialmente a de Enoshima, onde se encontra seu principal templo. Benten traz sorte, fartura, sedução e persuasão. Existe uma crença que diz que ao colocar na carteira um pedaço de pele de cobra pode-se atrair dinheiro. As mulheres que queriam dar à luz a uma filha menina bonita passavam horas meditando em seus templos. Tinha uma pérola, amuleto de sabedoria, que realizava desejos.

Suas imagens são de uma mulher linda, de LONGOS CABELOS escuros, em geral, cercada por água e segurando uma lira na mão, representando assim seu domínio sobre a poesia e a música.

Responder para: Hissao

 

« Anterior - 1 - 2 - [ 3 ] - 4 - 5 - 6 - Próxima »

 

Veja abaixo alguns produtos para irmãos e irmãs

 
Renda Larga
R$ 93,12
Renda Média
R$ 44,54
Renda Média
R$ 86,12
Véu Redondo Renda Larga
R$ 71,50
Véu Redondo para Mocinha
R$ 51,50
Véu Quadrado Infantil
R$ 35,10
Renda Média
R$ 84,72
Renda Média
R$ 86,12
Renda Média
R$ 52,52
Véu Redondo para Mocinha
R$ 51,50
Renda Média
R$ 48,60
Renda Média
R$ 50,00
 
INDIQUE O CCB HINOS PARA NOSSOS IRMÃOS, AMIGOS E TESTEMUNHADOS
   
Seu Nome:
Seu Email:
Pessoa indicada (nome):
Pessoa indicada (email):
Digite uma mensagem para seu amigo:
 
         


Sistema para Imobiliária

*Site não vinculado com a entidade Congregação Cristã no Brasil.

Desenvolvido por KUROLE