CCB Hinos - Inicio da CCB SP MTE1

CCB Hinos - Congregação Cristã no Brasil

Quero Gravar Meu CD (dom da música)
Enviar Hinos, Tocatas e Fotos
Notícias e Artigos da Congregação
Coloque em seu site gratuítamente

O melhor site da CCB, milhares de CDS.
Mais rápido, mais seguro com mais hinos

Portal CCB Hinos Congregação



Curiosidades da Congregação Cristã no Brasil


Início da CCB - SP


RELATO DA OBRA DE DEUS NO SEU INÍCIO EM SÃO PAULO, RELATADO PELO FILHO GERMILIO PAVAN DO ANCIÃO FELIPE PAVAN A PEDIDO DA FAMÍLIA SPINA (FRANCISCO SPINA) - NO ANO DE 1970

Em 1910 na Rua Alfandiga nº 64 antigo nº 4 havia na época uma Igreja Presbiteriana e quem o dirigia era o Pastor CARVALHOSA e congregava no meio deste povo o irmão ERNESTO que morava na Rua Piratininga, num curtiso e na frente desta casa tinha um salão de Barbeiro e indo ali o Irmão LUIS FRANSCISCONI perguntou para este barbeiro se morava algum crente por ali, ai ele ficou conhecendo o irmão ERNESTO e levou o irmão LUIS FRANCISCONI na casa do Irmão FELIPE PAVAN como era a tarde só encontrou a sua esposa Irmã Angela e o seu filho GERMILIO PAVAN e o JOÃO FINOTTI que tinha na época 12 anos e o Senhor deu de o Irmão LUIS FRANCISCONI falar das coisas de DEUS e ela pediu para voltar a noite para também falar para o seu esposo estas boas novas de Salvação, o irmão LUIS FRANCISCONI voltou a noite, isto se deu em 25 de junho de 1910 e DEUS abriu o coração do irmão FELIPE PAVAN sendo ele Presbítero da Igreja deu toda a Liberdade para Presidir e falar ao povo as boas novas de Salvação, nesse tempo o Irmão FELIPE PAVAN trabalhava na Serraria UNIÃO no Campos Eliseus, depois de uma semana por causa do Pastor CARVALHOSA o Irmão FELIPE PAVAN não deu mais liberdade no culto para o Irmão LUIS FRANCISCONI então DEUS abriu o coração dos tios do Irmão FINOTTI (SANTO PONTALTI e ISABELA) abrindo a sua casa para o Irmão LUIS FRANCISCONI fazer culto ali. Mas acontece que de madrugada DEUS deu uma Revelação para o Irmão FELIPE PAVAN que um anjo apareceu dizendo a ele que o Irmão LUIS FRANSCISCONI era um servo de DEUS que mandou no Brasil e no meio deles para ser esclarecida toda a Verdade de DEUS e então logo no outro dia foi procurar o Irmão LUIS FRANCISCONI e pedir perdão para ele porque ele tinha sido seduzido pelo pastor CARVALHOSA.

Então a Igreja Presbiteriana ficou sabendo do ocorrido e levou todos os bancos e o órgão da igreja embora, ficando o salão vazio, mas como o Irmão FELIPE PAVAN trabalhava na Serraria trouxe as madeiras e fizeram os bancos sem encosto. E começou os cultos ali três vezes por semana e os outros dias nas casas dos irmãos.

No Domingo a tarde faziam o culto na Praça Antônio Prado ou Jardim da Luz e na Água Branca (perto da Vidraria) e Lapa.

Na Água Branca é que ficaram conhecendo as Famílias MAZZEI, PERUCHI E PIRO.

Passados mais ou menos 2 meses que estavam congregando houve ao primeiro BATISMO que foi feito na PONTE GRANDE no rio pelo Irmão LUIS FRANCISCONI onde obedeceram o FELIPE PAVAN E SUA ESPOSA ANGELA BRAGA PAVAN E SEUS FILHOS GERMILIO PAVAN E PAULO PAVAN, ERNESTO, ESTERINA FINOTTI E SEU FILHO JOÃO FINOTTI E OS SEUS TIOS SANTO PONTALTI E ISABELA PONTALTI.

Logo depois de alguns dias foram ungidos para o ministério de ANCIÃO os Irmãos FELIPE PAVAN E ERNESTO então depois de mais alguns dias o Irmão LUIS FRANCISCONI foi de navio embora para os EE.UU ficando no BRASIL na primeira vez mais ou menos três meses.

Passando um pouco de tempo que estavam congregando, satanás querendo dividir a OBRA DE DEUS começou a entrar com Profecias falsas e dividiu o povo e os servos.

Um grupo congregava com o Irmão ERNESTO e o outro grupo com o Irmão FELIPE PAVAN, mas DEUS mandou dos EE.UU o Irmão AGUSTINHO LANCHONE que ficou hospedado na casa do Irmão FELIPE PAVAN por mais ou menos seis meses e DEUS usando do seu servo uniu o Povo e os servos e houve reconciliação com todos e a OBRA DE DEUS ficou em Paz e Satanás ficou envergonhado. O Irmão AGUSTINHO com a madeira que o Irmão FELIPE PAVAN trazia da Serraria fazia gaiola para arrumar dinheiro para congregar. Isto em 1911 mais ou menos foi também ungido para o Ministério de Ancião o Irmão GENARIO OU GENUARIO.

O segundo Batismo foi feito num rio perto da vidraria Santa Marina Água Branca pelo Irmão GENÁRIO Batizou os Irmãos ANTONIO MAZZEI, E A ESPOSA MARIA FRANCISCA FÁZIA MAZZEI E OS SEUS FILHOS FRANCISCO MAZZEI E GENARINO MAZZEI o pessoal da vidraria quando estavam fazendo o Batismo queria atirar pedras nos irmãos e no meio destes tinha muitos franceses e DEUS tomou a boca do Irmão GENÁRIO e falou DEUS com eles em FRANCES dizendo que se eles atirassem pedra nos irmãos DEUS mandaria fogo do Céu e entrou neles um grande medo e depois que terminou o batismo vieram falar com o Irmão GENÁRIO e perguntaram se ele sabia falar em Francês e ele falou que não e nem sabia o que tinha saído da sua boca.

O Irmão FELIPE PAVAN e toda a sua família foram despejados da casa da Rua Alfandiga nº 64 mais ou menos em fevereiro ou março de 1915, ele tinha comprado a casa junto com o seu irmão carnal MATEUS BATISTA PAVAN e este não sendo crente fez assinar diversos papeis e vendeu a casa e sumiu que até hoje nunca se teve notícias dele e nem se sabe para quem vendeu, quem abrigou o Irmão FELIPE PAVAN com a sua família foi o Irmão CAETANO D´ANGELO por uns 15 dias e a congregação na Rua Anhaia esquina da Rua Tenente Pena n.º

Depois DEUS preparou de ir morar na casa do IRMÃO SPINA indo com toda a sua família e a Congregação na Rua da Graça n.º

Ficando a OBRA DE DEUS NA RUA DA GRAÇA depois mudou se o Irmão FELIPE PAVAN, para a Rua Tenente Pena n.º (não sabemos) onde ali DEUS se compraseu e o RECOLHER.

Trabalhava ele na Serraria UNIÃO no Campos Elisios em frente a igreja do Coração de Jesus, uma taboa escapou da serra e bateu em seu estômago com essa batida não podia se alimentar e depois de dois meses DEUS O RECOLHEU marcando para ele a hora e o dia em que DEUS o viria buscar.

Foi entre 12:00 a 13:00 horas do dia 5 de julho de 1918 e isto tudo se cumpriu como DEUS o tinha mostrado.

Num dia em que o Irmão Felipe junto com o Irmão Cooperador GEREMIAS foram congregar na V. Prudente na volta um grupo de pessoas pararam o bonde e tinha ali muita irmandade bateram em vários Irmãos e o Irmão FELIPE PAVAN ficou na cama por três dias ai o Irmão LUIS veio o visitar e orou a DEUS por ele e DEUS o libertou passado quinze dias DEUS destruiu todos aqueles que tinham batido nos servos de DEUS esse grupo foi mandado pelo Padre FAUSTINO do convento do Ipiranga.

Isto tudo o que foi escrito, foi relatado pelo Irmão GERMILIO PAVAN e escrito pelo seu neto Irmão na Fé JOSÉ CARLOS PAVAN.

Agradecimentos a Márcia Lozzi, que nos enviou este relato.

Postado em: 28/11/2009 | 16:22:36

VOLTAR

Comentários
  Nome: Igor Em: 14/11/2015 | 08:17:41 E-mail: - igorfontanaccb@hotmail.com
Comentários:
Ir. Sérgio, este Ernesto citado no relato não foi Finotti, não teve nenhum parentesco com ir. João Finotti. O seu nome era Ernesto Ianone, fez diversas divisões na igreja e se mudou para a Assembleia de Deus.

Responder para: Igor

 
  Nome: Eliassergiodeoliveira Em: 24/03/2015 | 19:28:22 E-mail: - eliasemas@yahoo.com.br
Comentários:
O irmão Franciscon não foi ancião no brasil e sim um mensageiro para trazer a obra.
Gostaria de saber se o irmão Ernesto Finitti era pai do irmão João Finotti.

Responder para: Eliassergiodeoliveira

 
  Nome: eunice Em: 14/01/2015 | 04:45:21 E-mail: -
Comentários:
Obrigar irmãs a terem cabelos longos, e se seus cabelos caírem devido a doenças serão destituidas do ministério?Resposta para Normalika.Deus deu entendimento aos homens para ser usado.Assim como não devemos ajoelharmos em velórios e hospitais devido a proliferação de bactérias.Tambem não somos melhor que nenhuma criatura ,só Deus compete julgar.Deus não se agrada de ignorantes.

Responder para: eunice

 
  Nome: Dorival Pavani Em: 16/07/2014 | 11:20:52 E-mail: - dorivalpavani@yahoo.com.br
Comentários:
Gostaria de comunicar com meus primos
tel. também - 11-38658629
Sou neto de Germinio Pavan, filho de Reynaldo Pavani

Responder para: Dorival Pavani

 
  Nome: Juliana Em: 18/04/2014 | 19:39:04 E-mail: -
Comentários:
Os japoneses, no Brasil, tinham o costume de passar em vida, todos os bens ao filho homem mais velho e os outros ficavam sem nada. Conheci em Curitiba/1995 uma família de descendentes, com oito filhos/filhas e oito noras/genros (totalizando 16 pessoas), todos foram ao cartório e passaram a fazenda ao irmão mais velho. Os escrivães ficaram admirados com a concordância de todos os membros. E havia um dos irmãos que era bem pobre.

Na década de 40, no Brasil, era comum entre os italianos, somente os filhos homens receberem herança enquanto que as filhas não recebiam nada. Minha mãe presenciou em Jau-SP uma família de italianos. Primeiro tiveram cinco filhas e depois 4 meninos. As meninas deram o maior duro na lavoura para pagar o sítio. Depois, quando os meninos cresceram o sítio já estava pago. Elas não herdaram nada e os rapazes ficaram com tudo. Tinha uma das moças que se casou com um rapaz bem pobre.

A CCB começou entre os italianos. Possuiu maioria italiana até a década de 1930. Hoje, ela trata a mulher como um ser que tem menos direito que os homens na questão da higiene e da proteção do corpo. Os homens lavam os cabelos todos os dias, podem usar tênis com amortecedor sem parecer ridículo, etc. ao passo que a mulher não pode cortar os cabelos nem usar calça comprida feminina. Isto se deve à herança europeia do século passado.

Tanto os japoneses quanto as italianas não viam injustiça na herança, pois foram educados desde a infância que o correto era ficar para o irmão mais velho (japoneses) e para todos os irmãos homens (italianos). Faziam a injustiça se chamar justiça. O erro ser chamado de acerto.

Outro detalhe: No caso dos japoneses todos estavam bem sucedidos, exceto um irmão. Entao não viram problema. Simplesmente combinaram que o herdeiro compraria uma casa para o pobre. O herdeiro comprou uma casa da COHAB.

Ninguem se opôs à tradição. Este herdeiro tem 4 filhas. O xodó é a caçula. Acabou a tradição. Os filhos do pobre não fizeram faculdade. O pobre morreu de câncer, trabalhava por conta própria. A mulher dele trabalhava de faxineira. Como quase todos conseguiam viver bem sem a herança acreditavam que o pobre também deveria viver bem sem herança. Não se incomodaram.

No caso da CCB as pessoas do sexo feminino são ensinadas desde a mais tenra infância que não podem cortar os cabelos nem usar calça comprida, pois se o fizer estará ostentando vaidade e usando ROUPA DE HOMEM, QUERENDO PARECER HOMEM, OU USANDO UM TRAJE DESONESTO, DESOBEDECENDO A DEUS. Quando crescer não verá injustiça nisto. Procurará obedecer à tradição e negará que faz sacrifícios. Como muitas conseguem sobreviver sem cortar os cabelos e sem usar calça comprida também acreditam que as outras que se ajustem ou serão consideradas desobedientes. Não se importam. Não se incomodam. São dependentes dos pais ou do marido. Não precisam trabalhar fora, etc. Acostumaram a se sentirem bem mesmo lavando os cabelos somente uma vez por semana. Afinal, para alcançar ministério na igreja somente se não cortar os cabelos e não usar calça comprida. Será bem-quista pela irmandade. Não será rejeitada.

Responder para: Juliana

 
  Nome: noma Em: 04/04/2014 | 21:44:01 E-mail: - normalika159@gmil.com
Comentários:
meu Deeus quanta ingnorancia das pessoas que se dizem cre
ntes...

Responder para: noma

 
  Nome: Selena Em: 17/03/2014 | 14:11:44 E-mail: -
Comentários:
Povo acha que cargo de ministério compra lote no céu. GRANDES COISAS se seu avô foi o primeiro, ou segundo TODA HONRA E GLÓRIA AO SENHOR JESUS parem de idolatrar o homem cambada de hipócritas.
Não tá escrito CCB na porta do céu não viu, vão ler a bíblia e entender a palavra e seguir Jesus Cristo não ficar idolatrando irmão de ministério e placa de igreja

Responder para: Selena

 
  Nome: Caio Moreira Em: 06/03/2014 | 17:03:06 E-mail: - caiomsfaria@gmail.com
Comentários:
Minha irmã, talvez a família da irmã Rosemary se destacou perante DEUS, qual o problema, não se pode ser consagrado e DEUS honrar dando ministério? É mais fácil julgar, e sobressair com a razão do que agradecer a DEUS, por ELE ter tido misericórdia com tua alma e te colocou nesse caminho SANTO!
E julga como se fosse tão fácil ter ministério, não é? vai lá e passa o que esses homens e essas mulheres passam, porém, aguente firme as pontadas da prova.

Responder para: Caio Moreira

 
  Nome: anonimo Em: 31/10/2013 | 23:52:32 E-mail: -
Comentários:
Pois é Rosemary, puro NEPOTISMO na sua família.

Responder para: anonimo

 
  Nome: Ester Em: 07/03/2013 | 11:14:29 E-mail: - esteraraujom@globo.com
Comentários:
Deus usa de quem Ele quer. A Paz de Deus.

Responder para: Ester

 
  Nome: Dorival Pavani Em: 30/05/2012 | 17:01:31 E-mail: - dorivalpavani@yahoo.com.br
Comentários:
Também sou bisneto de Felipe Pavan, sou filho de Reynaldo Pavani e neto de Erminio Pavan.Fico feliz em saber do meu bisavo, soube recentemente desta história

Responder para: Dorival Pavani

 
  Nome: Igor Em: 03/02/2011 | 18:26:10 E-mail: - ccboy2010@hotmail.com
Comentários:
Caro irmão Marcos, infelizmente o irmão está errado. O 1º ancião da CCB foi o Felipe Pavan, conforme descrito acima. Informe-se com os irmãos antigos, pesquise na internet. A paz de Deus!

Responder para: Igor

 
  Nome: marcos Em: 25/01/2011 | 18:32:22 E-mail: - marcosclarinetista@hotmail.com
Comentários:
nA PAZ DE DEUS
Na verdade seu avô foi o 2° ancião do Brasil....
1° Louis Francescon

mesmo assim... DEUS abençoe.

Responder para: marcos

 
  Nome: Rosemary pavan maria Em: 15/01/2010 | 08:17:14 E-mail: - rosemarymschroeder@hotmail.com
Comentários:
Queridos isso tudo é verdade pois meu avó Paulo Pavan era filho de meu bissavó Felipe Pavan e tudo isso eu já conheço pois minha mãe Mafalda Pavan
nos contava como começou a obra de Deus no Brasil
e como foi sofrido a vida dos meus bissavós, e para nós bisnetos que servimos a Deus é motivo de alegria em saber que somos os primitivos dsta obra no Brasil.
Moro em SC mais sou Paulistana e ai em SP ainda tem uma enorme decendencia do irmão FELIPE PAVAN muitos cooperadores, encarregados regionais , músicos e irmãs da piedade e o meu tio
WALDEMAR PAVAN que é ancião em DESCALVADO
interior de SP, é muito orgulho para todos nós saber que meu bissavó foi o 1° ancião do BRASIL.

Responder para: Rosemary pavan maria

 
 

Veja abaixo alguns produtos para irmãos e irmãs

 
Renda Média
R$ 48,60
Véu Quadrado Infantil
R$ 35,10
Renda Média
R$ 50,00
Renda Média
R$ 52,52
Renda Média
R$ 86,12
Véu Redondo para Mocinha
R$ 51,50
Véu Redondo para Mocinha
R$ 51,50
Renda Média
R$ 86,12
Renda Média
R$ 44,54
Renda Larga
R$ 93,12
Véu Redondo Renda Larga
R$ 71,50
Véu Quadrado Largo
R$ 71,50
 
INDIQUE O CCB HINOS PARA NOSSOS IRMÃOS, AMIGOS E TESTEMUNHADOS
   
Seu Nome:
Seu Email:
Pessoa indicada (nome):
Pessoa indicada (email):
Digite uma mensagem para seu amigo:
 
         


Sistema para Imobiliária

*Site não vinculado com a entidade Congregação Cristã no Brasil.

Desenvolvido por KUROLE