CCB Hinos - Circular 2005 Ministerio MTU0

CCB Hinos - Congregação Cristã no Brasil

Quero Gravar Meu CD (dom da música)
Enviar Hinos, Tocatas e Fotos
Notícias e Artigos da Congregação
Coloque em seu site gratuítamente

O melhor site da CCB, milhares de CDS.
Mais rápido, mais seguro com mais hinos

Portal CCB Hinos Congregação



Circulares da Congregação Cristã no Brasil


Circular 2005 - Ministério


Circular 2005 - Ministério

Postado em: 28/11/2009 | 19:59:58

VOLTAR

Comentários
  Nome: Orlando Em: 26/08/2013 | 14:48:22 E-mail: - orlanrfonseca@bol.com
Comentários:
No início do século 20, a fundação de duas igrejas seria decisiva para definir o perfil evangélico nacional: a Congregação Cristã no Brasil, inaugurada em São Paulo pelo italiano Luigi Francescon, em 1910, e a Assembléia de Deus, aberta um ano depois em Belém pelos suecos Gunnar Vingren e Daniel Berg.

Apesar da origem européia, eles chegaram ao país via Estados Unidos, onde se envolveram com uma nova corrente protestante, o pentecostalismo, um grupo que crescia em popularidade por lá desde a virada do século.

Responder para: Orlando

 
  Nome: Paloma Em: 08/03/2013 | 19:30:04 E-mail: - palomaraujor@yahoo.com
Comentários:
Estava previsto que em 2010 a CCB estaria com 3,5 milhões de fiéis, no entanto chegou a 2010 com menos do que tinha em 2000. Em 2000 ela estava com 2,4 milhões de fiéis aqui no Brasil e agora (dez anos depois) está com 2,2 milhões. Parece que o Senhor tirou um pouco da benção e as distribuiu as outras denominações evangélicas que não dificultam a vida das mulheres/meninas.

Agora a CCB está com menos fiéis do que tinha em 2000.

Atualmente está mais fraca, por causa das leis que criou e atribuiu ao Espírito Santo.
Creio que, verdadeiramente, o Senhor gostaria de derramar mais das Suas Bençãos, mas Ele se contém, pois fica triste com a opressão que fazem sobre as meninas e as mulheres. Criam leis sacrificantes e falam que é santificação. “OS SACRIFíCIOS SÃO DO TENTADOR, QUE GOSTA DE VER O POVO TRISTE E OPRIMIDO.”

Responder para: Paloma

 
  Nome: Celeste Em: 06/03/2013 | 23:08:45 E-mail: - celmontenegro@globo.com
Comentários:
A Congregação Cristã do Brasil possuiu maioria italiana até a década de 1930, quando então passaram a preponderar as demais etnia. Desde 1950 está presente em todo território brasileiro e em diversos países. Em 2010, contabilizou 2,3 milhões de membros declarados no Brasil.

Responder para: Celeste

 
  Nome: Augusto Em: 15/01/2013 | 20:03:39 E-mail: - augustord@gmail.com
Comentários:
Em marcha, a transformação da demografia religiosa do país RICARDO MARIANO ESPECIAL PARA A FOLHA

O Censo confirma as tendências de mudança radical da demografia religiosa nas últimas décadas: queda da hegemonia católica, avanço vertiginoso dos evangélicos e diversificação religiosa.

O inchaço da categoria "evangélica não determinada" reduziu artificialmente o crescimento pentecostal. Mostra limitações do Censo, mas também pode estar sinalizando a expansão da privatização religiosa nesse grupo, situação em que o crente mantém a identidade religiosa e a crença, mas opta por fazê-lo fora de instituições.

Tal privatização resultaria da massiva difusão do individualismo, da crescente busca de autonomia em relação aos poderes eclesiásticos, à imposição de moralidades tradicionalistas, aos elevados custos do compromisso religioso. Ela pode ter ocorrido, em especial, entre indivíduos dos grupos mais beneficiados pelo crescimento da renda e das oportunidades no mercado de trabalho e no ensino superior.

O Censo também reitera o crescimento do pentecostalismo na base da pirâmide social: 64% dos pentecostais ganham até um salário mínimo, 28% recebem entre um e três salários, 42% têm ensino fundamental incompleto. Avança nos segmentos mais vulneráveis da população, nas periferias urbanas e regiões mais violentas, nas fronteiras agrícolas do Norte e do Centro-Oeste, onde a presença católica é rarefeita.

Causa surpresa o declínio, em números absolutos, de Congregação Cristã no Brasil e Universal do Reino de Deus. Elas perderam, respectivamente, 200 mil e 228 mil adeptos. Até então, só uma grande evangélica, a Luterana, havia declinado, o que se explica por ser uma denominação de tradição étnica pouco dedicada ao proselitismo.

Parte da "queda" (improvável, cabe frisar) da Congregação e da Universal decorre da indefinição da identidade denominacional de 9,2 milhões de evangélicos. Mas há outras hipóteses.

Parte da queda da Congregação decorre da crescente busca, pelos fiéis, de autonomia em relação aos poderes eclesiásticos e à imposição de moralidades tradicionalistas.

Responder para: Augusto

 
  Nome: Willian Em: 25/08/2012 | 12:56:31 E-mail: -
Comentários:
repasse de texto da internet:
"Sempre que se fala dos numeros de membros da CCB logo me vem a mente a "pesca em aquario" praticada pelos ccbistas. Na verdade uma grande porcentagem desse numero são de pessoas que foram ganhas para Cristo por meio do trabalho das outras denominações evangelicas. A CCB só aparece com estes numeros por pescar em aquario e não por evangelizar as almas. Falo por conhecimento de causa enquanto eu não aceitei Jesus em uma igreja evangelica nenhum ccbista me falou de Jesus porem quando um senhor da CCB que trabalhava na mesma empresa comigo soube que eu estava cultuando a DEUS em uma igreja que não era a CCB passou a me dizer que eu estava a beira do caminho que só encontraria o caminho quando fosse para a CCB e passou a usar toda a argumentação que ja conhecemos e insistia para mim fazer uma visita na CCB. Convidar para visitar a CCB é uma das principais estratejas para levar alguem para CCB. Veja que o ccbista não falou de Jesus para mim falou apenas que a Congregação Crista era o caminho."

Responder para: Willian

 
  Nome: Ivan Em: 23/08/2012 | 21:24:06 E-mail: - ivancarloscard@terra.com
Comentários:
Segundo a publicação americana “Pentecostalism Encyclopedia” (Enciclopédia do Pentecostalismo), no ano 2000 a Congregação Cristã ocupava a 6ª posição no ranking mundial em número de fiéis do segmento cristão pentecostal.

O artigo da Enciclopédia correlaciona os dados do Censo do IBGE no ano 2000 com o número de cristãos pentecostais no mundo.

Igrejas pentecostais são aquelas que dão ênfase na ação do Espírito Santo e crêem no batismo com evidências em novas línguas (glossolália), o artigo não faz distinção entre as igrejas pentecostais e neopentecostais, pois, o que difere o primeiro grupo do segundo é que além da crença no Espírito Santo eles pregam a teologia da prosperidade.

No ano 2000, em todo o mundo havia cerca de 400 milhões de cristãos freqüentando as searas evangélicas pentecostais, dos quais 115 milhões (28,75%) estavam congregados em dez principais igrejas, das quais quatro dessas igrejas são brasileiras, o que confirma a sugestão do artigo de que o pentecostalismo é mais aceito entre os pobres, em especial os do “Terceiro Mundo”.
As dez maiores igrejas pentecostais em 2000 eram:
1° Assembléias de Deus no mundo (15 milhões)
2° Nova Igreja Apostólica (11 milhões)
3° Igreja Kimbanguist / Igreja de Cristo na Terra (8 milhões)
4° Igreja de Deus em Cristo (7 milhões)
5° Igreja de Deus (5 milhões)
6° Congregação Cristã no Brasil; Igreja Cristã Zion e Igreja Cristã Aladura (2,5 milhões cada uma)
7° Igreja do Evangelho Quadrangular e Igreja Universal do Reino de Deus (com 2 milhões cada uma)

No ano 2000 o Brasil tinha 170 milhões de habitantes, dos quais 26 milhões (15,3%) eram evangélicos, desse total de 26 milhões cerca de 13,5 milhões (52%) eram pentecostais.

Com 2,5 milhões membros, que correspondia a um total de 18,5% dos pentecostais brasileiros, a CCB era a segunda maior denominação pentecostal do país, o primeiro posto era ocupado pela Assembléia de Deus com 8,4 milhões ou 62% dos pentecostais brasileiros. Quando consideramos todas as igrejas evangélicas brasileiras (tradicionais, pentecostais e neopentecontais) a CCB ocupava o 3° lugar, vem logo depois da Igreja Batista (3,1 milhões de membros) que também está atrás da AD.

Estima-se que em 2010 a população brasileira esteja nas casas dos 190 milhões de habitantes, e com base no censo religioso (IBGE – 2000) e nos números da FGV-2007, estima-se que 19% (36,5 milhões de pessoas) da população brasileira seja evangélica, e que o número de fiéis da CCB seja de 3,5 milhões, o que ainda lhe assegura o 2° posto entre as igrejas pentecostais e o 3° posto entre todas as igrejas evangélicas brasileiras.

Recentemente lendo uma tese de mestrado em que a autora compara 5 denominações pentecostais de São Paulo, a autora aborda que nas primeiras décadas a CCB apresentou crescimento vertiginoso ao se espalhar entre os imigrantes italianos e que somente no final dos anos 40 ela foi ultrapassada pela sua co-irmã AD.
Hoje as igrejas que apresentam maior crescimento são as neopentecostais, que além de usar técnicas de marketing empresarial para atrair novos fiéis, administram rádios, jornais e programas/canais de TV.

A CCB nos últimos anos tem apresentado taxas de crescimento singelas se comparados as demais denominações, porém, sustentáveis. Um dos prováveis motivos para o menor desempenho da denominação é que enquanto a maioria das igrejas passaram a usar ferramentas marketing empresarial para atrair novos fiéis a CCB permanece fiel as suas raízes, fazendo evangelismo do tipo corpo a corpo, ou seja, um fiel evangeliza e convida pessoas do seu circulo de relacionamento para participarem dos cultos. Outra possível explicação é que a CCB é ortodoxa quanto suas crenças, ou seja, ela não abre mão da sua doutrina e nem forma de crer em nome do crescimento numérico.

referências Bibliográficas
Encyclopedia Pentecostalism
CROZUÉ, João. Projeção da população evangélica para o censo 2010. Olhar Cristão.
CAMARGO, Ivani Vasconcellos de. Rituais de poder: estudo comparativo das igrejas pentecostais de São Paulo. UNICAMP. 2000

Responder para: Ivan

 
  Nome: joão carlos quinteiro Em: 09/07/2011 | 15:00:46 E-mail: - jc.quinteiro@hotmail.com
Comentários:
Com certeza, todos os ensinamnetos tem que ser lido no mínimo duas vezes por ano nas igrejas,ApdD.

Responder para: joão carlos quinteiro

 
 

Veja abaixo alguns produtos para irmãos e irmãs

 
Véu Redondo para Mocinha
R$ 51,50
Véu Quadrado Infantil
R$ 35,10
Renda Média
R$ 50,00
Renda Média
R$ 52,52
Véu Quadrado Largo
R$ 71,50
Renda Média
R$ 44,54
Véu Redondo para Mocinha
R$ 51,50
Renda Média
R$ 84,72
Renda Larga
R$ 93,12
Renda Média
R$ 86,12
Véu Redondo Renda Larga
R$ 71,50
Renda Média
R$ 86,12
 
INDIQUE O CCB HINOS PARA NOSSOS IRMÃOS, AMIGOS E TESTEMUNHADOS
   
Seu Nome:
Seu Email:
Pessoa indicada (nome):
Pessoa indicada (email):
Digite uma mensagem para seu amigo:
 
         


Sistema para Imobiliária

*Site não vinculado com a entidade Congregação Cristã no Brasil.

Desenvolvido por KUROLE