CCB Hinos - Circular 1982 Reeditada em 2007 MTU2

CCB Hinos - Congregação Cristã no Brasil

Quero Gravar Meu CD (dom da música)
Enviar Hinos, Tocatas e Fotos
Notícias e Artigos da Congregação
Coloque em seu site gratuítamente

O melhor site da CCB, milhares de CDS.
Mais rápido, mais seguro com mais hinos

Portal CCB Hinos Congregação



Circulares da Congregação Cristã no Brasil


Circular 1982 - Reeditada em 2007


Circular 1982 - Reeditada em 2007

Postado em: 28/11/2009 | 20:01:36

VOLTAR

Comentários
  Nome: Eglair Em: 15/07/2016 | 12:03:34 E-mail: -
Comentários:
No cristianismo não há espaço para a discriminação de gênero, pois o Senhor Jesus reconciliou todas as coisas, inclusive a igualdade de gênero. É inadmissível, no cristianismo, que o cônjuge case com mais de uma pessoa. Também as mulheres tem o direito de proceder à higiene e de se agasalhar em condição de igualdade de direito com os homens e preservando suas características femininas. Com relação à herança, esta é dividida de maneira proporcional e igual a todos os filhos independente do sexo.
Ensinamentos, que ainda que indiretamente, tirem estes direitos são contrários ao evangelho.

Pois foi do agrado de Deus que nele habitasse toda a plenitude,
e por meio dele reconciliasse consigo todas as coisas, tanto as que estão na terra quanto as que estão no céu, estabelecendo a paz pelo seu sangue derramado na cruz. Colossenses1:19,20

Responder para: Eglair

 
  Nome: Tereza Em: 28/08/2014 | 20:47:14 E-mail: - Terezaduarte@terra.com
Comentários:
COMO SERIA A VIDA DAS MULHERES, SE JESUS NÃO TIVESSE NASCIDO? Antes de o cristianismo influenciar o mundo, a vida da mulher era bastante desvalorizada. No mundo antigo, a esposa era considerada propriedade do marido. Na Índia, na China, em Roma e na Grécia declarava-se abertamente que as mulheres não tinham capacidades para serem independentes. Na filosofia de Aristóteles, a mulher estava em algum lugar entre o homem livre e o escravo. Platão ensinou que se um homem vivesse covardemente, reencarnaria como mulher e esta, por sua vez, reencarnaria como um pássaro. Daí deduz-se que na antiga Roma, a mulher que escapasse do infanticídio, sua vida não era muito melhor, não. As meninas eram abandonadas muito mais freqüentemente que os meninos. Novamente, foi o cristianismo que, com o tempo, começou a devolver a dignidade à mulher.

Infelizmente, em muitas civilizações em que o cristianismo tinha pouca expressão, estas práticas repugnáveis perduraram por muitos séculos. Como por exemplo, quando duas missionárias européias, a saber, Sofie Reuter e Anna Jakobsen, fazendo missões na China, no final do séc. XIX constataram o infanticídio de meninas como uma prática comum e bem aceita por aquele povo. Em seus apontamentos, datados de 1880, lê-se: “Era raro que um casal tivesse mais de uma ou duas meninas. Se nascessem, eram descartadas imediatamente. Isso era feito de diferentes formas. A menina poderia ser simplesmente oferecida como alimento a cães selvagens e lobos. Às vezes, o pai a levava à “torre dos bebês”, onde ela logo morreria por causa do abandono a da fome e onde seria encontrada pelas aves de rapina”. Entretanto, desde que o cristianismo começou a influenciar esta e outras civilizações, inclusive centenas de tribos, através das chamadas missões modernas, a vida das mulheres melhorou muito, à medida que os ensinos de Jesus se enraizavam nessas culturas. As missionárias Sofie Reuter e Anna Jakobsen vasculhavam diariamente os locais de abandono para salvar aquelas meninas chinesas da morte certa. Elas criavam estas meninas e as discipulavam na fé cristã. Na Índia não era diferente. Antes da influência do cristianismo naquela civilização, as viúvas eram voluntaria ou involuntariamente queimadas nas piras dos funerais dos seus maridos.

Logicamente uma prática horrenda, conhecida como sati. A palavra traduz-se por “boa mulher”. Os hinduístas acreditavam que a boa mulher era a que seguia o marido até à morte. O grande missionário entre os indianos, William Carey, registra que não só esta prática era corrente entre os indianos como também o infanticídio. Os missionários pediram o apoio das autoridades britânicas e erradicaram estas práticas, valorizando a vida humana a partir de uma perspectiva cristã. Ainda no séc. XIX, o príncipe dos pregadores, Charles Spurgeon, relatou uma experiência missionária, em que uma mulher hindu disse: “Certamente sua Bíblia foi escrita por uma mulher. Por quê? ele perguntou. Porque diz tantas coisas boas para as mulheres. Nossos sábios nunca se referem a nós, a não ser para nos repreender”. Antes da influência de Jesus na cultura africana, eles também tinham uma prática similar ao sati. As esposas e as concubinas do chefe da tribo eram mortas na ocasião da morte do marido. Tais costumes tribais foram desaparecendo depois que o cristianismo começou a ser difundido naquele continente. A poligamia foi banida de diversas culturas ao redor do mundo com a chegada do evangelho de Jesus Cristo. Isto é motivo de alegria porque a poligamia é intrinsecamente injusta com as mulheres. A Bíblia nos ensina o modelo ideal para o casamento. É fato que o cristianismo elevou grandemente a dignidade das mulheres. É até uma ironia como as chamadas feministas deste século não dêem crédito a Jesus e à sua palavra. Basta olharmos para aquelas áreas do planeta em que os ensinos de Jesus ainda não chegou, em tais culturas, o valor da mulher é ínfimo. Fonte: MÁRCIA ROCHA

Responder para: Tereza

 
  Nome: Gustavo Em: 13/07/2014 | 20:34:28 E-mail: - gustavototti@ig.com.br
Comentários:
Compare-se a prática da autoimolação das viúvas de certas comunidades indianas com aquela dos vikings, anglo-saxões, e germânicos na qual a sua principal escrava (na prática, sua esposa) devia morrer acompanhando o seu mestre em seu barco funerário que, de acordo com o costume antigo, era incendiado e lançado ao mar.

Responder para: Gustavo

 
  Nome: Lenita Em: 26/05/2014 | 14:22:26 E-mail: - lenitaddantas@yahoo.com
Comentários:
MESOPOTÂMIA - Pré-história. As escavações de 1922 a 1934 foram bancadas pelo Museu Britânico e pela Universidade da Pensilvânia, e lideradas pelo arqueólogo Charles Leonard Woolley. Um total de cerca de 1850 sepulcros foram encontrados, incluindo 16 que foram descritos como "tumbas reais", que continham inúmeros artefatos valiosos, incluindo o Estandarte de Ur. A maior parte destas tumbas reais datava de por volta de 2600 a.C. Entre as descobertas estava a sepultura intocada de uma rainha que acreditou-se ser Puabi — o nome foi conhecido a partir de um selo cilíndrico encontrado na tumba, embora ela também contivesse dois outros selos distintos. Muitas outras pessoas foram sepultadas com a rainha, numa forma de SACRIFICIO HUMANO.

Nanna - A deusa da vegetação. Nanna é uma deusa bela e encantadora que rege a vegetação e o florescimento, considerada um símbolo da devoção e lealdade conjugal juntamente com Baldur. O título de Nanna era usado para designar as mulheres que se ofereciam para acompanharem seus maridos após a morte, sendo cremadas junto deles (depois de enforcadas ou mortas por uma lança).

Responder para: Lenita

 
  Nome: Maria Elisa Em: 21/10/2013 | 22:02:33 E-mail: - marelisanollic@hotmail.com
Comentários:
A Fé. Podemos utilizar como critério para medir o grau de civilização de um povo a forma com que trata suas mulheres. Podemos da mesma forma ver o grau de espiritualidade de uma religião observando a forma com que ela estimula seus seguidores a tratar o próximo, especialmente as mulheres. De um lado, vemos que algumas religiões não tratam as mulheres com tanta dignidade. No antigo Egito, permitia-se às mulheres apenas os trabalhos rústicos do campo. Elas não podiam cantar nem usar qualquer tipo de calçado.

Confúcio nunca defendeu a mulher; em sua doutrina, nunca falou sobre males como: prostituição, danças obscenas a que as mulheres eram submetidas, ignorância e escravidão. No confucionismo, a mulher sempre terá que obedecer a um homem: pai, marido, filho mais velho, etc. Se o marido achasse que esposa falava demais poderia requerer o divórcio.

Buda dizia que a mulher não tinha alma. Só seria feliz se reencarnasse em um garoto. No Bramanismo, interrompe-se a leitura do código sagrado se passar uma mulher na frente do templo, a presença feminina anula e estraga todo o ritual.

No hinduísmo, todo o ensino de Manu pressupõe a impureza das mulheres. O xintoísmo japonês subjuga a mulher até pelos sogros. Muitas moças se prostituem para conseguir o dote do casamento e para o aluguel dos caríssimos quimonos que devem usar nas bodas.

Na Índia, certas seitas consideram “impuro” o alimento que se prepara em um fogão se a mulher deixar sua sombra incidir sobre a panela. Antes das missões protestantes, era comum a queima das viúvas junto à tumba do marido.

Por outro lado, se compararmos o Israel antigo, com os costumes das nações do seu tempo e com as religiões acima citadas, veremos que a Lei de Moisés era extremamente evoluída para aquela época, procurando preservar a dignidade da mulher. Por exemplo:

Deuteronômio 24.5: “Um homem que tenha casado há pouco tempo ficará livre por um ano do serviço militar e de qualquer outro serviço público, ele tem o direito de ficar em casa um ano, fazendo com que a sua esposa se sinta feliz”; Êxodo 20.17: “... Não cobiçarás a mulher do teu próximo,... nem a sua serva...”; em Êxodo 22.16 assegura o casamento da mulher seduzida; a privacidade da mulher é preservada quer seja madrasta; mãe, irmã, tia, nora, cunhada, neta e sogra (Lv 18.8,11, 14-17); Deus também preserva a dignidade das vencidas de guerra dos maus tratos e do estupro (Lv 18:10-14).

Mas, no cristianismo vemos como Jesus elevou a mulher ainda mais: Ele as respeitava, as ouvia, atendia suas aflições, abençoava-as, acudia com carinho suas crianças. Por isso, algumas mulheres ricas como Joana, mulher de Cuza, que era alto funcionário do governo de Herodes; Susana e muitas outras mulheres, com os seus próprios recursos, ajudavam Jesus e os seus discípulos (Lc 8.3). Sem contar que a mensagem da realidade mais veemente para o cristianismo - a ressurreição - foi confiada inicialmente a uma mulher: Maria Madalena. Hoje, as mulheres continuam sendo as maiores divulgadoras do evangelho. Jesus olha com prazer para elas e as abençoa. Por isso, dos escritos de Paulo, inferimos que a guerra dos sexos não tem razão de existir, pois “não existe diferença entre homens e mulheres: todos vocês são um só por estarem unidos com Cristo Jesus” (Gl 3.28). Homens e mulheres salvos, em Cristo, devem se unir para proclamar as boas novas de Deus ao homem e para praticar ações que glorifiquem a Cristo e PRODUZA VIDA ABUNDANTE ao ser humano. Nesse sentido, o judaísmo dá uma boa noção do valor que Deus dá às mulheres, porém, o cristianismo deixa isso ainda mais eloqüente. Fonte: Juliu's Pub

Responder para: Maria Elisa

 
  Nome: Livea Em: 19/09/2013 | 10:46:31 E-mail: - liveadleme@hotmail.com
Comentários:
Deus nos livre!

Responder para: Livea

 
  Nome: Jurandir Em: 18/09/2013 | 10:40:03 E-mail: - juranpereira@gmail.com
Comentários:
“As ordens de Allah(swt) FORAM CLARAMENTE REVELADAS no Sagrado Alcorão e, certamente, quem as seguir, terá sucesso nessa vida e na outra!”

Responder para: Jurandir

 
  Nome: Fernanda Em: 15/09/2013 | 12:37:59 E-mail: - nandamguedes@bol.com
Comentários:
Mulheres na Mesopotâmia - Publicado por: Leandro Carvalho em História Geral

As vestimentas femininas do Oriente Médio na atualidade são heranças das mulheres da antiga Mesopotâmia

Os legados culturais deixados ao mundo contemporâneo pelas civilizações que viveram na Mesopotâmia são muitos e significativos. Alguns exemplos desses legados são: a invenção da roda, das cidades, da escrita cuneiforme e do primeiro código de leis da história da humanidade.

Documentos históricos do período da civilização mesopotâmica, que remontam a 3.500 anos a.C., chamaram nossa atenção para as características das mulheres que viveram naquele período na Mesopotâmia. Neste texto, perceberemos que várias características das mulheres da Antiguidade estão presentes nas mulheres do Oriente Médio atual.

Estudiosos do século XX, especialistas nas civilizações da Mesopotâmia, encontraram diversos documentos históricos da Antiguidade que demonstram como as mulheres mesopotâmicas se vestiam. Além disso, ressaltaram as diferentes formas de se vestir entre as mulheres, demonstrando as diferenças sociais presentes naquela civilização.

Nas ruas das cidades-estados da Mesopotâmia poderiam ser encontradas mulheres usando vestidos longos até os pés, com véus cobrindo seus rostos. Essa tradição é encontrada na atualidade do Oriente Médio.

Na Antiguidade existiam mulheres que não cobriam o rosto. As escravas, criadas e prostitutas eram proibidas de cobrir seus rostos; se o fizessem seriam duramente castigadas com CHIBATADAS. As diferenças sociais eram ressaltadas nos modos de se vestir.

A grande maioria das mulheres na Mesopotâmia não tinha muita escolha: ou se casavam ou tornavam-se concubinas. Outra escolha era tornar-se sacerdotisa e dedicar a sua vida à religião.

Responder para: Fernanda

 
  Nome: Carlos Em: 14/09/2013 | 20:03:53 E-mail: - carlosfmendes@uol.com
Comentários:
O islamismo1 é uma religião do Oriente Médio que vem experimentando intenso crescimento no Ocidente.

Responder para: Carlos

 
  Nome: Miriam Em: 13/09/2013 | 08:06:42 E-mail: - miribotelho@terra.com
Comentários:
O islamismo não aceita a doutrina do pecado original.

Responder para: Miriam

 
  Nome: Marcel Em: 11/09/2013 | 16:21:52 E-mail: -
Comentários:
(Em nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso) Salaam irmãs,
Apesar de parecer bonito, é importante lembrar que esse estilo de hijaab é considerado haram segundo os ensinamentos do profeta e, portanto, não permitido às mulheres. Então, evitemos esses tipos de acessórios para aumentar o volume da cabeça.

Atualmente as mulheres arrumam seus cabelos no meio da cabeça (ou seja, em coques altos) de forma que parecem com as corcovas de um camelo.

E importante sempre lembrar que muitas mulheres turcas utilizam o coque alto para esse tipo de hijaab. É preciso ter cuidado quando formos adotar o hijaab turco, que como já disse aqui é bem elegante. Mas vamos manter a elegância dentro dos padrões e regras islâmicas, segundo o que nos é ensinado no glorioso Corão, e também pelo que nos foi deixado pelo profeta Mohammed (que a paz e bênção de Deus estejam sobre ele). E lembremo-nos: Deus sabe mais e melhor sobre as coisas)
Portanto, irmãs, evitem prenderem os cabelos em coques altos, assim como evitem o uso de acessórios que aumentem o volume da cabeça.

Extraido do texto de: o-lindamuslimah.blogspot.com.br

Responder para: Marcel

 
  Nome: Sebastiao Em: 10/09/2013 | 19:12:35 E-mail: - tiaopedrosa@globo.com
Comentários:
“Ó Profeta, dize a tuas esposas, tuas filhas e às mulheres dos crentes que quando saírem se cubram com as suas mantas; isso é mais conveniente, para que se DISTINGAM das demais (sejam reconhecidas como crentes) e não sejam molestadas; sabei que Allah é Indulgente, Misericordiosíssimo." (Al Ahzab: 59).

Responder para: Sebastiao

 
  Nome: pcalixto Em: 18/01/2013 | 15:31:00 E-mail: - reidobico@ig.com.br
Comentários:
Esta turma não sabe o que falam os hinos avulso faz muita obra no meio da irmandade´principalmento no meio das orações os Profetas da madrugada que o digam gosto não ligo pra estes comentarios sou mesmo de oraçãos não vou mudar em nada nada neste meio e não mudo quem me chamou foi o SENHOR JESUS esta o nome dele não dos ministerios na igreja EM NOME DO SENHOR JESUS neste posso comfiar .os demais e Homem

Responder para: pcalixto

 
  Nome: Ana Cristina Em: 06/09/2012 | 21:51:14 E-mail: - cristinaana123@rotmailcom.br
Comentários:
A paz de Deus caros irmãos estou chegando agora tem três anos que estou na divina graça o espirito santo sempre nos da entendimento. pois o senhor nos deixou a palavra para que dela podemos tirar aproveito dela.disse o senhor em primeiro Coríntios cap 10 ver 23 que todas coisas me sâo lícitas mas nem todas as coisas mi covêm.mateus cap 7 ves 13 disse entrai pela porta estreita porque a larga é aporta e espaçoso é o caminho que leva aperdição e muitos são os que entra por ela.e pela estreita e é o caminho que leva a vida eterna e são poucos a encontrar. visitei varias igrejas antes de ir para ccb e posso dizer por tudo que passei e vivi até o dia que eu passei pelas águas. á ccb é com certeza o caminho que leva jesus cristo .termino este comentário. concordando com os irmãos anciães . saldo a todos com a santa paz de Deus
06/setembro/2012




Raposos/MG

Responder para: Ana Cristina

 
  Nome: Marta Em: 22/11/2011 | 00:27:27 E-mail: -
Comentários:
Concordo em partes com a circular. Os hinos realmente devem ser respeitados e tocados com comunhão. Quanto aos hinos avulsos se estão falando de Deus e confortando as almas que mal terá? Ninguém tá levando esses hinos avulsos pra dentro da igreja . Tudo usado com limites é bom...
Só não devemos somente ouvir e cantar hinos avulsos, porque daí nem convertido é. Não podemos esquecer que muitos (não todos) criam e cantam hinos avulsos e disponibilizam no orkut pra se aparecerem, tantas irmanzinhas de saias curtas e cabelos cortados fora dos ensinamenos da ccb tocando violão como cantoras gospel na internet.... nem paro para ouvir suas canções.
Gosto de alguns hinos avulsos criados e cantados com inspiração e comunhão. Irmãos nos últimos tempos temos que dicernir tudo e não sermos radicais, se sentimos comunhão e paz está tudo bem sem causar escândalos e cuidado para não entrar em questões com a irmandade da sua localidade e nem com o ministério. Servem a Deus com sinceridade e se possível for tenham paz com todos os homens. Amém

Responder para: Marta

 
  Nome: ANTONIO ROSSANO DUARTE Em: 20/11/2011 | 10:27:07 E-mail: - VIOLOESROSSANO@HOTMAIL.COM
Comentários:
PAS DE DEUS SEJA COM TODOS,SE FORMOS PARA VER RÉGRAS E ENSINAMENTOS,PORQUE NAO REPASSA AS REGRAS TODAS ENTAO?QUANDO EU FUI BATISADO A TRINTA ANOS , NAO SE PODIA TER UM RADIO EM CASA,TINHA ENSINAMENTO P NAO GRAVAR NEM UM HINO EM GRAVADOR DE FITAS,E HOJE VEJO MINISTÉRIO COM SUAS TELEVISOES EM CASA E NINGUEM FALA NADA,E ISSO SIM É COISA MUNDANA E MALIGNA,CADE TODAS AS CIRCULARES DE ANTIGAMENTE?SE AS NÓSSAS ÓBRAS NAO ESXEDER AS DOS ESCRIBAS E FARISEUS, DE MANEIRA NENHUMA VAMOS ENTRAR NOS ÇEUS,SE NAO FORMOS OPOSTOS AOS COSTUMES DOS GENTIUS:E EU NAO VEJO OS GENTIUS CANTANDO HINOS A VULSO E NEM DO HINARIO,MAIS TV EM CASA TODOS TEM,COM BEBEDEIRAS E CHOCARRICES MILHARES ANDAO,DANDO O CALÓTE E MENTINDO NAO TEM NUMEROS PARA CONTAR,VEJAMOS IRMAOS,NAO SABES Ó HOMEM QUE SI CONDENA A SI MESMO QUANDO JULGA A QUEM QUER QUE SEJA?SE CADA UM SE COLOCAÇE DIANTE DO ESPELHO DO SENHOR,VERIAMOS SÓ AS NOSSAS FALHA, E NAO OS MINIMOS DEFEITOS DOS OUTROS,QUE DEUS ILUMINE E ABENÇOE A TODOS:

Responder para: ANTONIO ROSSANO DUARTE

 
  Nome: ANTÓNIO ROSSANO DUARTE Em: 19/11/2011 | 22:55:23 E-mail: - VIOLOESROSSANO@HOTMAIL.COM
Comentários:
PAS DE DEUS SEJA COM TODOS,NUNCA DISCONCORDO COM O QUE O ESPIRITO SANTO REALMENTE REVELA, MAIS SE É OS HINOS A VULSO QUE TRAS CONFUSAO NA ÓBRA,PORQUE QUE OJE TEM TANTA CONFUSAO? PORQUE QUE DIVIDIRAO A ÓBRA? SERA OS HINOS A VULSO QUE ATÉ OS ANJOS CANTARAO EM ALGUNS CASOS E OUVE LIBERTAÇÕES?OU SERA POR CAUSA DE CONDUTORES CEGOS QUE ENGASGA COM UM MOSQUITO MAIS ENGOLE UM CAMELO?O ESPIRITO SANTO NAO TEM REGRA DE HOMEMS,MAIS SIM ELE É A REGRA E FAS DA MANEIRA QUE DEUS DETERMINA,COITADO DE DAVI ENTAO ,ELE CANTAVA OS HINOS ESPIRADO PELO ESPIRITO DE DEUS FALANDO DAS GRANDESA DE DEUS E TAMBEM DOS SEUS COMBATES E PROVAS,SE CADA UM FISÉCE O QUE O SENHOR MANDOU ,NINGUEM CRITICARIA COISA NENHUMA,POIS A PALAVRA NOS ENSINA QUE DEVEMOS CONSIDERAR OS OUTROS SUPERIOR A NÓS,E TUDO QUE É FEITO COM AMOR E SIMPLISCIDADE DE DEUS É HONROSO E DEUS RECÉBE, DEUS NAO RECEBE LOUVOR DE HOMEM FINGIDOS AMANTES DE SI MESMOS E AVARENTO CHEIOS DE GRANDEZAS PORQUE A DEUS NINGUEM ENGANA,LOUVADO SEJA DEUS CANTAI AO SENHOR UM CANTICO NOVO E O SEU LOUVOR ESTEJA NA NOSSA BOCA PARA SEMPRE AMEM:PDD

Responder para: ANTÓNIO ROSSANO DUARTE

 
  Nome: ISMAEL PATRICIO Em: 18/11/2011 | 11:56:22 E-mail: - MAYER01BIKE@YAHOO.COM.BR
Comentários:
A PAZ DE DEUS ATODOS.

EU GOSTARIA DE DIZER QUE, PARA TUDO TEM QUE TER REGRAS, ORDEM,DISCIPLINAS, E PORQUE NÃO AS COISAS DE DEUS, CONCORDO SIM COM A CIRCULAR, PORQUE ESSAS COISA SÃO REVELADAS PELO ESPIRITO SANTOS DE DEUS AOS NOSSOS IRMÃO NA FÉ.DIGO DE MIM MESMO(DETECTOU O MAL, CORTA-SE ANTES QUE CRESÇA E TRAGA PREJUIZO)

Responder para: ISMAEL PATRICIO

 
  Nome: Fábio Luis Em: 16/10/2011 | 10:55:34 E-mail: - fabio_bianchetti@hotmail.com
Comentários:
Primeiramente gostaria de esclarecer uma coisa, as melodias não foram feitas ou editadas pela ccb, estas mesmas melodias estão em varias denominações no brasil e no mundo, então temos que separar as coisas. É correto não alterarmos a melodia com arpejos e floreados por ocasião dos santos cultos ou qualquer outro serviço sacro, porém a titulo de treinamento para aperfeiçoamos a execução a mecânica, podemos sim alterar a melodia, desde que no momentos destas execuções não estejam pessoas cantando a poesia do hino. Quero dizer com tudo isto que a poesia e a melodia tem quer ser tratadas de formas distintas, caso contrário até os ensaios musicais na ccb seriam contra a circular por alterar a melodia, portanto a melodia quando não estiver acompanhada pela poesia do hino é musica comum, inclusive estas melodias na maioria foram feitas por infiéis americanos, muito antes de existir a ccb, olhe o nome dos autores nos hinários de músicas. Portanto não podemos se apropriar da melodia como propriedade da ccb, como enseja a tal circular, concordo em parte com a mesma. Ahhhh se eu fosse ancião, que luz que Deus me deu...glória a Deus!!!!

Responder para: Fábio Luis

 
  Nome: LEO AMERICANA Em: 14/10/2011 | 07:57:35 E-mail: - jurídico@fonsecacontabil.com.br
Comentários:
O ESPÍRITO SANTO REVELA TANTO, QUE ATÉ UM HINO NAZISTA FOI REVELADO 376 ANTIGO. O QUE NÃO PODE É ROUBAR DA OBRA DE DEUS, E PERMITIR INFLUENCIAS ESTRANHAS NO NOSSO MEIO, COMO POR EXEMPLO A INDUSTRIA WERIL, QUANDO TIRARAM SEM QUALQUER EXPLICAÇÃO O BAIXO TUBA DAS ORQUESTRAS. ESTA CÚPULA DO BRAZ, FAZEM O QUE BEM ENTENDEM, USANDO O "ESPÍRITO SANTO" NESSA ALFACATRUAS

Responder para: LEO AMERICANA

 
  Nome: fernando frança do santos Em: 15/12/2010 | 17:47:42 E-mail: -
Comentários:
a pas de deus a todos meu nome e mfernando toco clarineta em apiai estou passeando en curitiba pesso a todos que oren pormin que nas minhas oraçoes orarei por todos tenho13 anos fiquem com deus thal

Responder para: fernando frança do santos

 
  Nome: luiz flavio Em: 04/08/2010 | 18:40:04 E-mail: -
Comentários:
Não podemos nunca desviar-nos dos ensinamentos dos Servos que DEUS escolheu para guiar SUAS ovelhas.
Aprendermos, cantarmos e tocarmos os hinos segundo a partitura é sinal de obediência, de respeito e também de respeito aos esforços que os Encarregados fazem para que sejamos UM também na parte musical.

Responder para: luiz flavio

 
  Nome: samuel Em: 15/05/2010 | 17:02:15 E-mail: - samuelsleite@ig.com.br
Comentários:
Concordo plenamente com a circular,principalmente a parti que se refere termos 450 hinos;Desta forma hoje 15/05/2010 pergunto:
-Por que mais 50 hinos com vários outros ainda não cantados?Esta havendo uma licitação para imprensão de novos hinários,ou os mesmos serão confeccionados sem concorrência de gráficas?

Responder para: samuel

 
 

Veja abaixo alguns produtos para irmãos e irmãs

 
Véu Quadrado Largo
R$ 71,50
Véu Redondo Renda Larga
R$ 71,50
Renda Média
R$ 48,60
Véu Redondo para Mocinha
R$ 51,50
Renda Média
R$ 86,12
Renda Larga
R$ 93,12
Renda Média
R$ 50,00
Véu Redondo para Mocinha
R$ 51,50
Renda Média
R$ 84,72
Renda Média
R$ 86,12
Véu Quadrado Infantil
R$ 35,10
Renda Média
R$ 52,52
 
INDIQUE O CCB HINOS PARA NOSSOS IRMÃOS, AMIGOS E TESTEMUNHADOS
   
Seu Nome:
Seu Email:
Pessoa indicada (nome):
Pessoa indicada (email):
Digite uma mensagem para seu amigo:
 
         


Sistema para Imobiliária

*Site não vinculado com a entidade Congregação Cristã no Brasil.

Desenvolvido por KUROLE